11 dicas essenciais para uma mulher viajar sozinha

Porque a mulherada merece

Mulherada, viaje.

Porque uma pesquisa de um famoso site internacional de hospedagens comprovou que as brasileiras estão em 2º no ranking de mulheres que viajam sozinhas. A mulherada brasileira tem culhões demais!

E para aquelas (como eu) que ainda não têm “essas bolas”, vamos às dicas que reuni para criarmos coragem.

Viajar sozinha

O primeiro lembrete: cuidar-se não significa ter medo. Ok? Certas disso, prosseguimos com as dicas para viajar sozinha.

  1. Pesquisar sobre a cultura local: conhecer previamente para onde está viajando evita fortemente que você passe raiva ou sinta-se insegura;

  1. Avaliações da hospedagem: até com a grana curta, você pode se hospedar em locais com boas avaliações quanto à localização e segurança;

  1. Informe seus itinerários: comunique aos seus amigos e/ou familiares endereços, telefones, datas, horários, número dos vôos, tudo, para que você possa ser rastreada;

  1. Telefone: compre um chip local ou faça um plano internacional com sua operadora, bem como salve os números das embaixadas brasileiras e atualize seus principais contatos com o código do Brasil;

  1. Use transportes oficiais: ônibus, shuttle, táxi ou vans. Pesquise antes referências sobre onde vai e acompanhe o caminho pelo GoogleMaps, por exemplo;

  1. Não ostente: hipoteticamente, somos presas fáceis para roubos e furtos. Então, carregue o essencial. Notebook, gadgtes, cartões e todo seu dinheiro devem ficar em locais seguros e não na rua com você;

 

  1. Não banque a turistona: seja uma local para não chamar muita atenção. Você precisa apenas vestir-se parecida com os moradores da região;

 

  1. Procure fazer passeios em grupo: além de render boas amizades, você não corre o risco de algum malandro sair correndo com sua máquina caso peça para bater uma foto;

  1. Evite sair sozinha à noite: visite tudo que puder de dia, quando é mais fácil se localizar. Deixe a noite para eventos menos complexos e arriscados;

  1. Mecanismos portáteis de defesa: para tal, um sprayzinho de pimenta ou um chaveiro pontiagudo são bastante necessários;

  1. Segure a onda na birita: é para se divertir sim, mas você precisa lembrar como chegar ao seu hostel/pousada/hotel e até mesmo se comunicar numa língua estrangeira. Portanto, não exagere 😉 
Avatar
Sexo, mulheres, vídeos e ensaios eróticos! Isso e muito mais do universo masculino com aquela pitada de humor, sacanagem e informação.