Bourbon, scotch e rye: saiba a diferença entre os uísques

Para quem quer entender um pouco melhor sobre essa excelente bebida e suas peculiaridades

Tipos-de-whisky3

Muitos homens, mesmo os mais entendidos, podem fazer alguma confusão entre os tantos nomes que a bebida recebe. É whisky, é bourbon, é scotch, é rye, é irish. São muitas as terminologias aplicadas e cada uma delas pode ser utilizada de maneira diferente.

Se você é uma pessoa que curte tomar um destilado mais forte e encorpado, aqui é o lugar certo para entender toda a sua diversidade de sabores e processos. Além do mais, até o final você vai entender qual é o padrão que determina os variados nomes para os uísques. Quer descobrir? Veja tudo aqui.

O whisky

O whisky, whiskey ou uísque mesmo — três palavras, uma bebida — é uma bebida bastante popular no mundo inteiro, de graduação alcoólica bem alta e de sabor bastante peculiar. Alguns dizem que não é uma bebida para todo mundo, que precisa se acostumar para tomar.

A verdade é que nada é de repente e, realmente, é necessário um tempo para poder apreciar um bom destilado desses. Ele se trata de uma bebida destilada obtida a partir da fermentação de grãos, em especial o malte pelo qual é tão conhecido, com um teor alcoólico que varia entre 38% e 54%.

O que vem a seguir, na verdade, nada mais são do que os tipos de uísque que encontramos.

O scotch

Os que já manjam um pouquinho de inglês pegaram a dica. Como o próprio nome dá a entender, o scotch tem esse nome quando é um uísque produzido na Escócia. E como você reconhece isso? Por ele estar de saia e ficar tocando gaita de fole?

Certamente não, a peculiaridade é que o grão utilizado para a destilação dos scotchs é a cevada, que precisa passar pelo processo pelo menos duas vezes. Além disso, eles precisam ser envelhecidos em um barril de carvalho antes de distribuídos.

Tá certo que o processo não é exatamente exclusivo dos escoceses, mas apenas os que saem de lá podem ter essa alcunha.

O bourbon

O nome dá um requinte glamouroso ao destilado. Parece uma bebida que se pede no bar de um hotel cinco estrelas e, na realidade, pode ser mesmo. Se o scotch é a bebida da Escócia, o bourbon é a dos Estados Unidos.

Tal qual a classificação anterior, os grãos também fazem diferença para que um certo tipo de uísque seja reconhecido como bourbon. Além de precisar ser feito em solo estadunidense, ele precisa ter no mínimo 51% de milho em sua receita para ganhar o nome.

Seu sabor mais suave é uma boa porta de entrada para quem quer começar no mundo dos uísques.

O irish

Opa, aqui acho que você já pode ter percebido o segredo. Senão, fique sabendo. Boa parte dessas classificações dos tipos de uísque são parte regionais, parte pelo tipo de grão utilizado no processo de destilação. O que até faz bastante sentido.

Sendo assim, o irish é a bebida irlandesa — seja da República da Irlanda ou da Irlanda do Norte. Suas diferenças para outros rótulos de uísque é que ele precisa passar pelo processo de destilação três vezes, além de ter de ser feito em uma das Irlandas. Por outro lado, não é um grão em específico que designa uma bebida como irish.

O rye

Para finalizar com alguns dos grandes títulos de uísque que existem ao redor do mundo, temos o famoso rye. Existem duas definições para essa classificação de bebida.

Uma delas é mais simples: se trata do uísque feito no Canadá, não importando o processo ou o grão utilizado. Nessas terras mais geladas, eles usam rye como sinônimo para uísque nacional.

Já outra, tem mais a ver com o nome. Rye é centeio em inglês. Ou seja, para receber essa classificação ele precisa ter sido feito nos Estados Unidos ou no Canadá e ter mais de 51% de centeio nos seus grãos destilados.

whisky

Tem mais algum uísque que você queira conhecer? Quer começar a tomar uísque, mas não sabe como? É só nos falar que a gente dá uma ajuda.

 

Sexo, mulheres, vídeos e ensaios eróticos! Isso e muito mais do universo masculino com aquela pitada de humor, sacanagem e informação.