Camgirl do Dia: Erika

Uma gata que vai te deixar a vontade pra curtir e muito no CameraHot

Dona de uma raba de respeito, uma boquinha que pode te levar à loucura e um corpão violão, a Erika é a camgirl do CameraHot que vem dar essa entrevista pra lá de gostosa e ainda nos presenteou com algumas fotinhas exclusivas pra lá de maravilhosas.

Uma camgirl que descobriu muito da própria sexualidade, que cresceu e amadureceu enquanto mulher, que adora descobrir novos fetiches e fantasias e que deixa claro que o clima pode levar às maiores loucuras no chat.

Isso e muito mais é o que você vai conferir agora no Camgirl do Dia com a Erika! Pronto para essa gata? Vem com a gente!

Erika, dona de um bumbum de ouro

Papo18: O que mais curte no fato de ser camgirl?

O que mais curto, sem dúvidas, é poder me libertar um pouco dos preconceitos que as pessoas criam sobre a sexualidade das mulheres. Antes de ser camgirl, eu tinha uma visão e uma ideia que era sempre baseada na opinião dos outros, ou seja, não era exatamente minha opinião. Hoje tenho a minha opinião e é o que mais curto nisso, ser uma camgirl hoje pra mim é me libertar, fazer o que eu gosto, lidar bem com o sexo sem tabus, ser mais mente aberta, o que acaba ajudando a nos tornar mulheres mais soltas tanto dentro do mundo da cam quanto fora dele.

Papo18: Quais fantasias sexuais você já realizou no CameraHot?

Olha, eu adoro realizar fantasias, acho particularmente que fantasias são bem vindas. Amo seduzir, criar um imaginário, um contexto para o show ao vivo. Já realizei fantasias, desde as mais comuns, até vestida com fantasias sexys de colegial, por exemplo. Eu amo usar fantasias porque acho que atiça a imaginação e foge do que é “comum”, atiçar a imaginação é gostoso no sexo.

Papo18: Que fetiches deseja realizar ainda no site?

Eu sempre deixo rolar bem naturalmente, geralmente eu gosto de interagir com a pessoa e aí surge as vontades. Um fetiche específico não tenho, eu sou muito do time “deixa rolar que dá certo”, então, se surgir na hora uma vontade eu já falo.

Papo18: O que mudou na sua vida depois que se tornou camgirl?

Mudou completamente uma visão que eu tinha antes, tanto com a questão do corpo como com a questão de sexo, eu gosto de interagir, conversar, me tornei mais liberal depois de virar camgirl, acho que todas as meninas concordam com isso, acho que a gente encontra o nosso lado mais sensual quando vestimos essa “personagem“ que não é um personagem, mas uma vontade, é desejo que fica camuflado por preconceitos que às vezes não são nossos, mas dos outros, então muda muita coisa, mas a principal, sem dúvidas, é se sentir uma mulher sensual e desejada.

Papo18: O que o usuário pode esperar quando entrar em sua sala em um atendimento?

O que ele pode esperar é uma menina mulher, animada, que deixa sempre rolar naturalmente, como falo, o natural flui melhor, gosto de deixar os usuários a vontade, conhecer, conversar, interagir, porque uma camgirl não necessariamente é só sexo, mas é um mix, então, adoro conhecer a pessoa, conversar, gosto muito de atiçar porque tudo começa por aí, estimular a imaginação, dançar, seduzir, acho que é aquele momento onde a gente não vê a hora passar, então o que ele vai encontrar na minha sala, é isso, nada forçado, tudo natural como tem que ser.

Quer curtir com a Erika?

Depois de conhecer de perto e mais a fundo essa delícia, será que você resiste a correr ao CameraHot para fazer um chat privado com ela? Apostamos que não, então não perca tempo e vá para o site de webcams ver de pertinho a Erika e curtir a maior safadeza ao vivo com essa gata!

QUERO sEXO AO VIVO COM essa gata

Confira também

Avatar
Sexo, mulheres, vídeos e ensaios eróticos! Isso e muito mais do universo masculino com aquela pitada de humor, sacanagem e informação.