Casual, conto erótico por April

E essa safada aprontou com o carinha que conheceu no Tinder

Olá me chamo April, sou alta e magra, mas tenho aquela bunda de brasileira.

Hoje quero contar sobre o Casual.

Embora eu escreva contos eróticos desde novinha, sou bem tradicional com algumas coisas, e nunca entendi direito a ideia de um aplicativo de paquera. Porém, depois de alguns meses solteira e com amigas fazendo propaganda, resolvi testar. Fiz meu perfil bem básico, minhas fotos eram com um ar de mulher empresária bem-sucedida. Fotos sensuais e sérias.

Eu procurava um tipo específico de homem, queria alguém com cabelo baixinho, corpo sarado, não tão alto, moreno. Homem simples, que não chamasse atenção demais. Ele seria meu normal, um lindo casual. Como o objetivo era sair da seca, já imaginei um homem pra me comer bem safadinha. Fazer todas minhas vontades. Me deixar molhada só de olhar pra ele.

E assim topei sair com o Antônio, após poucas palavras trocadas pelo chat.

Marcamos uma sexta-feira. Em um bar perto de nossas casas, eu já imaginando que a noite deveria render um pouco mais do que apenas conversa. Coloquei um vestido jeans bem sexy e fui sem sutiã, assim se eu ficasse excitada ele logo perceberia pelos meus mamilos acesos.   

No bar bebi caipirinhas, mas ainda não estava a vontade para atacar. Foi quando em uma ida ao banheiro percebi que era mais alta que ele, mas não era muito, era apenas o bastante para ficar confortável para ele me comer de pé. E assim comecei a me soltar.

Após pedirmos a conta, ele chegou junto e nos beijamos. Beijo molhado. Eu estava tímida e sem lugar, bem diferente dele, que pude perceber que estava bem excitado. Antônio me abraçou forte e mesmo com tanto tecido entre minha pele e a dele, senti seu pau durinho. Foi quando minha buceta já ficou quentinha e molhada pela primeira vez.

Eu estava com a perereca toda lisinha, pois tinha acabado de depilar. Minha calcinha era branca, bem pequena. Senti ela ficando bem molhada de tanto tesão que me deu. Comecei a roçar minhas coxas na dele. Após alguns minutos de um beijo, ele apertou minha bunda, levantando meu vestido como se fosse me comer. Uma levantada boa. Senti os dedos dele perto do meu cu.

Era isso, eu queria dar o cu aquela noite. Fazer um anal com um homem casual. Até rimou. Rsrs…

Antônio me chamou para entrar no apartamento dele. Lógico que fui. Ele já me puxou para o sofá, me segurou pelo pescoço e disse: “Vem putinha, sei que você quer dar para mim.” Respondi prontamente: “Quero sim bonitão, mas quero dar meu cuzinho fechadinho também.”

Ele me colocou de quatro e levantou meu vestido. Não tirou minha calcinha, apenas colocou ela de ladinho. Cuspiu no pau para lubrificar e arrombou meu cuzinho. Enfiou tudo. Eu gritei. Ele disse: “Não grita, tem gente de minha família morando nesse mesmo prédio.” Eu pedi para ele tampar minha boca ou gritaria novamente.

Com uma mão ele tampava minha boca e com a outra ele me puxava. Ele metia fundo e forte no meu cu. Socava bastante e, ao mesmo tempo, eu enfiava meus dedos em minha buceta, brincava com meu clitóris. Gozei tanto que lubrifiquei ainda mais a metida. Descia entre minhas coxas me molhando. Eu tremia de tesão.

E assim, puxei a mão dele que tampava minha boca implorando: “Me suja. Me suja toda com sua porra, goza em minhas costas. Suja meu cabelo.”

E assim ele fez. Gozou gostoso e bastante, pois fiquei toda melada.

Pedi uma toalha, perguntando se podia me lavar. O Casual disse: “Pode sim linda.” E assim, após o banho, me despedi com um beijinho simples, pois talvez não voltaria mais ali.

Lembro dele com muito carinho. Meu menino normal. Meu Casual.

April, camgirl do CameraHot

Essa Camgirl é escritora de contos eróticos desde os 21 aninhos de idade. Entende muito bem o que um homem gosta e fala tudo que querem ouvir. Enquanto escreve sempre fica bem molhada e agora anda deixando os homens loucos por aqui também. Ela é alta, magra com o corpo natural, peitinhos empinados com piercing mega sexy e sem nenhuma tattoo. Ela gosta de dizer sempre: Magra, mas com a aquela bunda de brasileira.

Avatar
Sexo, mulheres, vídeos e ensaios eróticos! Isso e muito mais do universo masculino com aquela pitada de humor, sacanagem e informação.