Ela fingiu orgasmo? Descubra!

Como saber se foi de verdade?

orgasmos

Pelo menos uma vez na vida, toda mulher já fingiu chegar ao orgasmo e por mais que a gente queira acreditar que é só na cama do vizinho que isso acontece, infelizmente já pode ter acontecido com você.

Antes de grilar imaginando se isso realmente já aconteceu e se você não tem a malemolência na cama para fazer a parceira subir as paredes, a gente decidiu te dar alguns toque sobre como saber se ela está fingindo um orgasmo.

Mas, em primeiro lugar, é necessário saber que pra perceber se é tesão ou não, é preciso muita observação e atenção. Afinal, para homens e mulheres existem diferenças bem explícitas entre a ereção e a ejaculação, por isso muitas vezes pode ser bem difícil descobrir se é fingimento. Então afrouxa o cinto e simbora.

1 – Lubrificação 

Um dos primeiros sinais básicos de que a parceira chegou ao orgasmo, é a lubrificação. Durante o clímax da excitação sexual, é comum que a vagina fique ainda mais molhada. Mas entenda, gozar e ter um orgasmo são braços independentes do mesmo corpo. Ela pode sim ter chegado ao orgasmo sem necessariamente gozar com squirt como em filmes pornôs.

2 – Contrações no corpo

Quando está chegando lá, é comum que os músculos do corpo dela comecem a contrair e façam movimentos involuntários como uma balançadinha de perna (tipo aqueles testes reflexo feitos no joelho), o abdômen pode ficar mais duro, a coluna pode arquear, as mãos se fecharem com mais força.

3 – Detalhes sutis

Durante o orgasmo é possível observar reações fisiológicas naturais do corpo feminino quando chega ao clímax, sendo eles: o corpo fica mais quente, as bochechas podem ruborizar, os mamilos ficam duros e a vagina e clitóris podem ficar mais inchados e escurecidos por conta da irrigação de sangue que aumenta na região.

4 – Expressões durante o ato

Entenda, ninguém tem as mesmas reações durante o sexo. Para algumas pessoas podem ser bem mais intensas enquanto para outras, mais contidas. Mas é preciso estar atento se na verdade não há um desconforto no gemido dela, assim como nas ações. Sutilmente você pode perceber reações mecânicas, por mais teatral que seja.

5 – Pós sexo

Quem não fica com aquela carinha de feliz após um orgasmo?! Se depois de chegar ao clímax sua parceira não parecer estar confortável e leve, pode ser que algo esteja errado. Até mesmo após a transa as pessoas possuem diferentes reações. A gata pode sim querer ficar abraçadinha, como pode querer simplesmente levantar para tomar um copo d’água (afinal, transar é um exercício físico e se manter hidratado é importante). Mas, mesmo ao levantar para beber água, você pode perceber se ela está “alegrinha” ou não.

6 – Ela não consegue relaxar

Para poder chegar ao clímax, a gata precisa estar relaxada durante o ato. Quanto mais tensa, mais difícil para ela se soltar e curtir a transa e isso vale para o homem também. Então fazer com que ela se sinta confortável é importante para que o orgasmo aconteça. Demonstre que você realmente sente tesão nela e quer que ela sinta prazer, invés de tentar chegar logo na terceira base sem considerar a excitação da gata.

7 – Ar entra, ar sai

orgasmo

Tanto a mulher quanto o homem quando estão chegando ao orgasmo ficam com a respiração mais intensa, batimentos cardíacos mais acelerados e a boca inclusive pode secar. Observe esses detalhes!

8 – Esse orgasmo foi muito diferente de outros que ela já teve

Se você está com uma gata fixa, com quem já transou antes e tem um padrão de comparação, essa é uma boa dica. Talvez os orgasmos anteriores não tenham sido de verdade, talvez os mais recentes sejam os falsos. A parada é tentar descobrir qual é o real, observando nossas dicas anteriores e tentar fazer com que ela chegue lá outras vezes.

9 – Tudo tem que ser diferente

Se ela começou a pedir que tudo relacionado a sexo entre vocês comece a ser muito diferente do que vinha sendo antes, isso tem que ter um motivo. Um deles é que ela pode ter se cansado de fingir orgasmos e simplesmente queira chegar lá de verdade, o que é algo bom, mesmo que para isso a gata precise ensinar a você tudo desde o mais básico.

10 – Ela fica visivelmente desconfortável quando alguém fala sobre fingir orgasmos

Mais uma para quem está um relacionamento. Se a sua gata entra muito na defensiva quando o papo é sobre fingir orgasmos pode ter algo errado por aí. Boa parte das mulheres já fingiu e só teria problemas para falar sobre o assunto quem ainda está nessa.

Caso você note que ela realmente esteja fingindo um orgasmo, o certo é sentar com a gata pra conversar e tentar descobrir o que pode ser melhorado, para que ambos possam curtir o melhor da transa juntos. Mas sem pressão! Ou ela pode acabar mentindo por medo da sua reação. E se sua gata sempre chega lá, conta pra gente o seu segredo aí nos comentários.

Sexo, mulheres, vídeos e ensaios eróticos! Isso e muito mais do universo masculino com aquela pitada de humor, sacanagem e informação.