Era uma Vez… Quentin Tarantino, o cara por trás das câmeras

Ele dirigiu algumas das maiores gatas do cinema e fez alguns dos filmes mais famosos também

Com o filme Era Uma Vez Em… Hollywood chegando às telas no Brasil e no mundo, Quentin Tarantino volta a ser uma das figuras mais badaladas do show business. O carismático diretor, além de fazer alguns dos filmes mais marcantes dos últimos 25 anos, também é uma figuraça daquelas.

Isso porque seu talento em retratar histórias que tem excelentes diálogos, violência a dar com pau, nenhum medo de mostrar sangue e, principalmente, belas atrizes chamaram a atenção de todo mundo.

Se você quer saber mais curiosidades sobre um das grandes figuras do cinema na atualidade, chega mais. O filme já vai começar.

Reprodução: Internet

As gatas dos seus filmes

Como falar de Quentin Tarantino sem falar das mulheres? O diretor faz questão de ter personagens femininas fortes e interessantes em cada um de seus trabalhos. Além disso, ele faz gatas de todos os tipos e todas as idades brilharem com força diante das suas lentes. 

Pode ser mostrando o melhor de estreantes exuberantes, como a inesquecível Mélanie Laurent, como Shosanna em Bastardos Inglórios. Pode ser revitalizando a carreira de gatas clássicas, uma especialidade do diretor, como fez com Uma Thurman (Pulp Fiction e Kill Bill), Pam Grier (Jackie Brown) e Daryl Hannah (Kill Bill). 

Mélanie Laurent
Mélanie Laurent | Reprodução: Instagram

Ou pode ser trazendo uma gata que está no seu auge mesmo, como faz com Margot Robbie em Era uma Vez em… Hollywood. O cara sabe como escolher uma musa para as telonas.

Fetiche não tão escondido

Outra coisa sobre Tarantino e belas mulheres que podemos tirar diretamente dos seus filmes é o quanto ele curte pés. Dá até para dizer que o diretor é um podólatra. Ele não cansa de mostrar os pezinhos das belas que traz para as telas em closes sensacionais. Quem também curte essa pegada, não pode perder nenhum de seus filmes.

Antes de ser um diretor famosão

A vida de Quentin Tarantino foi uma baita de uma aventura antes de chegar ao sucesso. Com algumas coisas acontecendo por puro acaso. Diferente de outros diretores famosos, Quentin nunca frequentou um curso de graduação em cinema. Pelo contrário, ele acabou largando o colégio com apenas 15 ou 16 anos para se dedicar ao grupo de teatro que participava em sua terra natal, no Texas.

Até aí tudo bem, se uns dois anos depois ele não tivesse largado o grupo de teatro também. O cara ainda trabalhou na indústria aeroespacial por um tempo e depois se mandou para a Califórnia, onde se tornou balconista de uma locadora na beira da praia.

Esse mesmo cara se dedicou a escrever roteiros, conseguiu vender dois para filmes de bastante sucesso (Amor à Queima-Roupa e Assassinos Por Natureza) e viu sua carreira deslanchar logo em seguida, ganhando a oportunidade de dirigir. Que aventura, não é mesmo?

A grana que esse trabalho todo rendeu

Bom, três décadas na indústria do cinema não é algo de se jogar fora. Na verdade, garante uma bela de uma grana a qualquer um. Ainda mais a um cara que lança sucessos que agradam crítica e bilheteria atrás de sucesso.

Graças a todo esse bom trabalho, Quentin Tarantino tem uma fortuna estimada em 120 milhões de dólares, o equivalente a cerca de R$ 470 milhões. Até que esse negócio de fazer filmes é bem lucrativo.

As gatas na sua vida

Apesar de ser um cara mais na dele, Quentin também já teve uma boa parcela de gatas em sua vida. Afinal, não é só nas telas que ele manda bem com as mulheres.

Alguns dos belos nomes em sua lista de contatinhos são: Sofia Coppola, Shar Jackson, Kathy Griffin e Ali Larter. Mas atualmente, o diretor está casado — e com uma baita gata! Sua esposa é belíssima cantora israelense Daniella Pick.

Apesar do que parece, é um pacifista

Quem viu os filmes do Tarantino sabe o quanto ele gosta de um sangue e de uns tiros? Mas parece que esse gosto se restringe apenas às telonas. Apesar de usar bastante esses elementos em seus filmes, ele realmente detesta violência e drogas. Inclusive, o diretor deu uma declaração que mesmo que tudo isso seja romantizado nas telonas, não é nada legal na vida real. Polêmico!

Curiosidades

Figura carismática, Quentin tem algumas outras peculiaridades bem divertidas em sua vida e em seus filmes. Em sua jornada nada habitual até o sucesso, pouco após ter abandonado o ensino médio, Tarantino trabalhou em um cinema pornô. A curiosidade é que ele fez isso antes mesmo de atingir a maioridade. Mas pouco tempo depois descobriram que ele usava uma identidade falsa e o demitiram.

Outro fato interessante sobre Quentin é que ele não curte muito fazer merchan em seus filmes. Ou seja, ele não gosta de por marcas nas suas obras. Para evitar isso, o diretor cria suas próprias marcas para por nas telonas. Um dos exemplos mais clássicos é o Big Kahuna, a rede de fast food que aparece logo no início de Pulp Fiction.

Curtiu saber mais sobre o premiado diretor? Então diga “luzes, câmera, ação!” e deixe o seu recado nos comentários.

Avatar
Sexo, mulheres, vídeos e ensaios eróticos! Isso e muito mais do universo masculino com aquela pitada de humor, sacanagem e informação.