Estudo mostra que falta de sono pode ser prejudicial para os seus espermatozoides

Entenda o que suas horas de sono e seu esperma têm a ver

Os benefícios são inúmeros. Uma boa noite de sono diária faz bem para sua saúde mental. Outra ajuda que ela proporciona é te deixar mais inteligente e, também, mais atento. Fora que, se você está querendo ficar em forma, dormir é completamente essencial. Mas tudo isso você já sabe.

O que você talvez ainda não tivesse ideia é que o número de horas que você dorme influencia, até mesmo, no seu sêmen. Ou seja, se você ainda precisa de mais alguma razão para regularizar suas noites de sono que seja essa: ficar acordado até tarde e repousar poucas horas está arruinando a qualidade do seu esperma.

Essa notícia é especialmente importante para quem está tentando conceber. Ou seja, para os futuros papais de plantão é importante ter em mente que ter a quantidade certa de sono é imprescindível. Dessa forma, os planos de botar um pequenino ou uma pequenina no mundo dependem de dormir bem antes (até porque depois vai ser bem difícil).

Mas não é só para quem quer ter filhos que isso se mostra importante. Afinal, tudo que tem a ver com o sexual pode afetar diretamente a autoconfiança. Agora imagina só, ao fazer um espermograma, descobrir que se tem o esperma ralo. Se ter algumas horas a mais de descanso for o remédio para isso, não tem porque deixar de fazer.

Uma nova pesquisa revelou que dormir menos do que seis horas e meia por noite diminui a quantidade de espermatozoides em 30%, algo que piora a qualidade do sêmen. Porém, não pense que ir para o extremo oposto é a solução final também.

Pelo contrário, dormir demais pode ser ainda mais prejudicial. O resultado encontrado para quem dorme mais do que nove horas diárias é de até 40% menos espermatozoides. Sendo assim, a busca tem que ser pelo tempo ideal de sono para otimizar a contagem dos nadadores.

Bom, qual é essa quantidade ideal de horas de sono para otimizar o sêmen? É exatamente o mesmo número de horas que vem sendo visto como o mais adequado em diversas outras frentes. Um total de sete a sete horas e meia.

Quem encontrou essa relação entre sono e qualidade do sêmen foi a Third Military Medical University de Xunquim, na China. Num estudo que durou dois anos — entre 2013 e 2015 —, eles analisaram um total de 2.020 amostras provenientes de 796 homens. Ao mesmo tempo, eles foram avaliando a duração do sono de cada um dos participantes da pesquisa via questionário.

O resultado, como você sabe, é de que há um tempo ideal de sono para otimizar a contagem de espermatozoides. Os homens que dormiam menos ou mais do que as 7 ou 7,5 horas diárias tinham um nível maior de instabilidade em seu sêmen. Algo que significaria uma maior dificuldade de um esperma desses engravidar sua parceira.

A causa encontrada para o fenômeno descoberto foi a de que as horas desbalanceadas de sono podem mexer com a liberação de testosterona.

Avatar
Sexo, mulheres, vídeos e ensaios eróticos! Isso e muito mais do universo masculino com aquela pitada de humor, sacanagem e informação.