Flavia Tamayo: ex-capa da Playboy, Miss Bumbum e presa

A casa caiu para essa princesinha do crime

Hoje temos uma gata diferente no nosso perfil de sexta. Flávia Tamayo foi descoberta e andou aparecendo bastante na mídia. Não apenas por ter sido capa da Playboy e da Sexy ou eleita como Miss Bumbum, mas por estar envolvida com o crime. Parece que a gata da vez levou a sério demais esse negócio de fazer o estilo mulher bandida e acabou indo longe demais. 

Acusada por tráfico de drogas, agora a bela está prestes a viver um Orange Is The New Black da vida real. Flavia Tamayo é o maior assunto do momento pelo que andou cometendo.

Então é melhor a gente conhecer a fundo esse mulherão conferir tudo que ela andou fazendo.

Presa em hotel

A notícia pegou todo mundo de surpresa. Uma gata que foi capa da Playboy acabou sendo presa no final de julho em um hotel na cidade de Vitória por tráfico de drogas. Investigada em operação da fazer parte de uma organização criminosa especializada na venda e na distribuição de drogas sintéticas, principalmente cocaína.

Capa de revista

O que mais impressionou sobre essa gata do tráfico foi o seguinte: ela já posou nua. Não só isso, ela já recebeu a honra de ser capa de mais de uma revista de mulher pelada, tanto no Brasil quanto no exterior.

Flavia Tamayo estrelou ensaios como veio ao mundo tanto na revista Sexy quanto na edição portuguesa da Playboy. Ou seja, a bela tava fazendo muito sucesso mesmo.

Miss Bumbum

A morenaça de corpo escultural também já recebeu prêmiação por todo o seu encanto. A gata foi eleita Miss Bumbum do Distrito Federal em 2018 e concorreu pelo título nacional no mesmo ano.

Pedindo revogação da prisão

Encaminhada ao sistema penitenciário capixaba, a ex-capa da Playboy e da Sexy está no Centro Prisional Feminino de Cariacica. Porém a Defesa da Miss Bumbum está entrando com um pedido para revogar a prisão preventiva dela. Cabe à juíza responsável pela Vara de Execuções Penais atender ou não ao desejo de Flavia de ser liberada.

Sexo e drogas

Além do envolvimento com tráfico de drogas, Flavia também estaria envolvida com uma rede de prostituição, segundo a acusação. Pelo que foi apurado pela revista Época, a modelo chegava a cobrar R$ 1 mil por uma sessão de sexo com cocaína.

“No caso dela, cada programa regado a cocaína e haxixe saía por R$ 1 mil, o dobro do valor pago por um programa sem drogas”, foi o que afirmou o delegado Ricardo Oliveira, da 5ª Delegacia de Polícia de Vitória.

Codinome do crime

Se Flavia Tamayo era conhecida como modelo, Miss Bumbum e capa de revista, a gata usava um outro nome quando tava (literalmente) para o crime. A morena usava o nome Pâmela Pantera enquanto trabalhava para o esquema.

Tirando a roupa pra polícia

Ao ser pega pela polícia, Flavia tentou uma manobra ousada para escapar. Com a voz de prisão já declarada, ela criou um escândalo no hotel de luxo na orla de Vitória em que foi detida ao tirar a roupa. A ideia era se vitimizar e tentar chamar atenção, mas a tentativa da moça foi frustrada.

Fotos quentes no Instagram

Já deu pra perceber que a musa do crime é bem desinibida. Em sua conta no Instagram — que tem até o selo de verificada —, a morena tem mais de 130 mil seguidores e quase mil postagens. Por lá, Flavia se apresenta como capa de revista e atriz com DRT.

Na maioria fotos que estão no ar, ela posa exibindo suas curvas sem medo de ser feliz tanto em fotos profissionais quanto amadoras, mas sempre destacando seus melhores ângulos.

Atendida pelo Dr. Bumbum

As curiosidades exóticas da gata do crime não param por aí. Além de tudo isso, foi descoberto pelo jornal Metrópoles que Flavia Tamayo teria sido atendida pelo Dr. Bumbum. Aquele mesmo que foi acusado de fazer vítimas no Distrito Federal.

Segundo apontado, ela pagou R$ 40 mil ao cirurgião plástico para turbinar as coxas e se preparar para o concurso local de Miss Bumbum, que acabou saindo como vencedora.

A agenda indiscreta

Para fechar, após a prisão de Flavia, a polícia está investigando a agenda da modelo. Ao que parece, muitos dos contatos para quem ela fazia a distribuição de drogas são clientes de alto poder aquisitivo e bem conhecidos. É, parece que essa operação fez a casa cair mesmo, hein?

Reprodução: Instagram

Já estava sabendo dessa história toda da capa de Playboy envolvida com o tráfico? Então vem para os comentários e deixe o seu parecer sobre a Flavia Tamayo.