Floyd Mayweather: o bilionário, boxeador e playboy

Surrar o falastrão Conor McGregor foi apenas o feito mais recente do homem

Falar do currículo do boxe de Floyd Mayweather Jr. não é tão fácil assim. Falar só que o cara é medalhista olímpico, teve quinze títulos mundiais em quatro categorias diferentes e se aposentou com o recorde de invencibilidade não dá conta de todos os seus feitos. Ele é o que se pode chamar de lenda viva.

Por outro lado, não é só no ringue que o cara é ativo. Entre pancadarias épicas e treinamentos pesados há uma vida de pura ostentação, a qual ele não cansa de mostrar. Ele é um bilionário daqueles e não poupa oportunidades de usufruir tudo que sua fortuna pode proporcionar. Não à toa, ganhou o apelido de “Money”.

 


Antes de tudo

O pequeno Floyd Jr. Nasceu no Michigan em 24 de fevereiro de 1977. Desde sempre o boxe esteve em sua vida, já que seu pai (Floyd Mayweather Sr.) também foi um lutador profissional — que chegou a desafiar o título de Sugar Ray Leonard.

Com tanto contato com esse mundo já na infância, ele nunca considerou outra vida que não a de boxeador. Nem por isso, tudo eram flores. Ele declara que sua mãe era uma viciada e seu pai era ausente em sua vida.

O olímpico

Se cuidando da forma que dava, Floyd começou a galgar os passos na carreira de boxer. Sua carreira amadora viu um recorde de 84-8 com a vitória dos torneios nacionais Golden Gloves em 1993, 1994 e 1996, em categorias de peso diferentes em cada uma.

Com tanto sucesso, já aos 19 anos ele estava disputando as Olimpíadas. Algo com sabor especial, já que os jogos do ano de 1996 foram em casa. De lá, ele levou uma medalha de bronze no peso pena.

Profissionalização

Logo depois, ele partiu para o boxe profissional. E não demorou muito para o sucesso começar a criar pernas. Com dois anos no circuito, aos 21, ele venceu seu primeiro título mundial em luta contra Genaro Hernandez pelo peso super pena.

Dali para frente foi só ladeira acima.

O Invencível

Nos seus 21 anos de carreira, o cara venceu todos os grandes nomes que eram seus contemporâneos dentro das cinco categorias (super pena, leve, meio-médio ligeiro, meio-médio e médio ligeiro) nas quais lutou.

Sua contagem de vitórias, por si só, já faria um hall da fama do boxe e conta com nomes como Oscar De La Hoya, Arturo Gatti, Ricky Hatton, Miguel Cotto, Diego Corrales e Jesús Chavez, além de Manny Pacquiao — mas logo a gente chega nessa.

 

As críticas

Há quem muito critique Floyd Mayweather. Alguns deixam transbordar certo recalque dentro do ringue por sua figura controversa fora dele. Outros reclamam de seu estilo defensivo de luta, “amarrado”, eles diriam. Mas, nada que tire seu agradável sono dentro de sua mansão de 2.000 m² em Las Vegas (que tem seu próprio instagram).

 

Spa day

Uma publicação compartilhada por Floyd Mayweather’s Mansion (@bigboymansion) em

A luta do século

Depois de muito tempo de espera e muito lobby para que acontecesse, em 2015 finalmente aconteceu um embate pra lá de esperado entre os dois maiores nomes do esporte. Manny Pacquiao e Mayweather são contemporâneos, mas até então nunca se enfrentaram.

A espera pela luta foi imensa, até que os dois finalmente se enfrentaram valendo uma unificação dos títulos da categoria meio-médio. Floyd acrescentou o cinturão da OMB à sua coleção em vitória por decisão unânime.

Aposentadoria

Mais tarde, naquele mesmo ano, Floyd pendurou as luvas ao igualar o recorde de Rocky Marciano, de 49 vitórias e 0 derrotas. Depois disso seus planos eram de continuar no meio, mas agora apenas agenciando lutas. Mal ele sabia que sua aposentadoria iria durar pouco.

O capítulo mais recente

É aqui que entra o irlandês mais bocudo de todos os tempos, Conor McGregor. Depois de vencer em diversas categorias diferentes no UFC, parecia que as artes marciais mistas não eram o suficiente para ele. Então o ruivo resolveu mexer com quem tava quieto.

 

Exclusive timeless artwork in my Beverly Hills home. #BeverlyHills #90210 #TBE #TMT

Uma publicação compartilhada por Floyd Mayweather (@floydmayweather) em


À princípio, ninguém levou a sério o desafio feito por Conor McGregor para o recém-aposentado maior lutador da geração. A não ser o próprio Mayweather que agitou todo o rolê para a luta acontecer no dia 26 de agosto de 2017.

O resultado foi um nocaute técnico no décimo round para o nosso querido playboy dos ringues, que mandou de volta seu desafiante para os octógonos. Nisso, ele levou para casa 300 milhões de dólares de premiação.

RESUMO DO REVIEW
Beleza
Popularidade
Fama com as Mulheres
Fortuna
Avatar
Sexo, mulheres, vídeos e ensaios eróticos! Isso e muito mais do universo masculino com aquela pitada de humor, sacanagem e informação.