Fogaça: o chef que conquista a mulherada pelo estômago

O jurado do Master Chef tem um estilo só dele

Henrique-Fogaça

Cozinhar é um charme que toda mulher aprecia. Ter um estilo único ao mesmo tempo em que tem talento quando se está de frente para o fogão é algo que muita gente inveja. Ainda mais quando, a isso tudo, se soma um caso de sucesso e o fato de ser uma celebridade.

Sendo assim, muita gente com certeza gostaria de ser como Henrique Fogaça, o chef tatuado que aparece toda noite julgando alguns dos melhores pratos da televisão. Então agora vamos investigar um pouco mais sobre a vida do cara pra entender porque a mulherada pira nele.


No reality

Um nome muito respeitado nas altas rodas da cozinha brasileira, Fogaça foi chamado para compor o júri de um dos programas de televisão de mais sucesso dos últimos tempos. Ao lado de Érick Jacquin e Paola Carosella, ele é um dos jurados do Master Chef desde 2014.

Além de aparecer no reality show da Band, o chef paulista tem sua própria atração, onde é o protagonista. Se trata do programa 200 Graus, exibido pelo canal de TV fechada Discovery Home & Health.


O restaurante

A grana do seguro de um carro com perda total, um investimento do pai e o resto das economias. Essa foi a receita para criar o Sal Gastronomia, seu restaurante. Talvez seja isso que leve a mulherada a curtir ele, afinal, com jeitinho e criatividade conseguiu abrir seu próprio empreendimento.

Tudo foi no improviso. Boa parte das coisas que compunham a primeira versão de seu novo negócio eram de segunda mão. O fogão, o balcão, as duas mesas, as cadeiras… Até que vendo o sucesso de Henrique hoje dá para ver que a aposta em seu próprio negócio deu bastante certo.


Antes de virar o “MasterChef”

O cara fez de tudo um pouco antes de alcançar a fama como jurado do programa de televisão. Depois de passar um tempo estudando arquitetura e ter trabalhado como bancário, ele percebeu que o que gostava de verdade era cozinhar.

Se dedicou à Gastronomia, fez curso de Chef de cozinha na FMU. A partir dali começou a aperfeiçoar o que antes era apenas uma mistura de hobbies e necessidade em algo que se transformou em uma carreira — de muito sucesso, diga-se de passagem.

Rockeiro raiz

O cara não só parece hardcore, ele é. A ponto de, mesmo já sendo um quarentão, ser o vocalista da banda Oitão. Seu projeto musical já tem dois álbuns lançados e conta com letras repletas de críticas sociais, uma das coisas que mais atrai Fogaça no estilo musical.

As tatuagens

O nosso chef rock’n’roll diz que já perdeu as contas de quantas tatuagens ele tem. O negócio é que é quase raro encontrar algum pedaço de pele do cara que não seja coberto de tinta.

Estima-se que seja em torno de cem tatuagens. Haja tempo no estúdio e resistência à dor para fazer isso tudo, hein. O difícil agora é arranjar espaço caso queira fazer uma nova.


Cozinha influenciada pelo Rock

Claro que o estilo de vida que ele segue transborda para o seu trabalho principal. A música é o tempero que dá um gosto todo especial à sua culinária.

Cara de mau

Mas coração gigante. Apesar da aparência agressiva do estereótipo de rockeiro, Fogaça não tem nada de malvado. Muito pelo contrário.

O paulista participa do Moto Clube — projeto que auxilia o Instituto do Câncer — e dá aulas de gastronomia para crianças com síndrome de Down. Por conta de sua filha especial, ele acabou se sensibilizando com e abraçando a causa.

Vai dizer, 1001 motivos para a mulherada curtir o chef, né. Seja pela cara de mau, pelas habilidades na cozinha, pela moto e o corpo todo tatuado, aposto que elas nem se importam com o fato dele ser careca, deve até agregar ao estilo.

RESUMO DO REVIEW
Beleza
Popularidade
Fama com as mulheres
Fortuna
Avatar
Sexo, mulheres, vídeos e ensaios eróticos! Isso e muito mais do universo masculino com aquela pitada de humor, sacanagem e informação.