O que é cuckold? Saiba tudo sobre esse fetiche masculino

Parece que chifres estão na moda

cuckold

Temos no nosso cardápio de fetiches algo que, se você não conhece, pode surpreender bastante. Quem curte uma putaria já pode ter se deparado com o termo cuckold por aí, mas nunca descobriu exatamente o que significa. Saiba que este é um fetiche e que tem muitos apreciadores por aí.

Quer saber mais? Vem com a gente então:

Um fetiche inesperado

Você já imaginou que ser corno pode ser um fetiche? Pois é exatamente disso que se trata o cuckold. Apesar das origens do termo serem completamente diferentes, o cuckold é uma gíria em inglês bem similar ao que nós conhecemos como corno por aqui. Nesta parafilia, a pessoa alcança o próprio prazer a partir da infidelidade da própria parceira. Muitas vezes assistindo a pessoa ser infiel bem na sua frente.

Como funciona

cuckold

A partir do momento em que o casal chega a um acordo em começar essa fantasia entre os dois no quarto ou que ser corneado na realidade não vai ferir o relacionamento, já está valendo. Grande parte do prazer neste fetiche está em uma parte, o cuckold — ou o corno, no caso —, ser humilhado.

Quem tem essa vontade, muitas vezes convence sua parceira a participar desta brincadeira. Em geral, os cuckolds são homens. Mas por que botar limites no tesão? Se uma mulher estiver a fim de ser traída, também pode curtir o fetiche muito bem.

Não basta ser corno

Tem que ser manso. O jogo é esse. Além de ver a parceira transando com outra pessoa, o cuckold não pode fazer nada sobre isso. Se o acordo também permitir ofensas e isso excitar a pessoa que está sendo traída, também é algo muito bem-vindo. Mas é sempre bom lembrar que o fetiche não vai funcionar se o cuckold da relação não estiver de acordo em ser traído bem diante dos próprios olhos.

Faz sucesso

O interessante é que cada vez mais se pesquisa e se tem interesse por este fetiche um tanto diferente. Buscadores e sites pornô estão com este termo em alta, pois parece que o fetiche está fazendo a cabeça de cada vez mais gente.

Cuckold só em vídeo?

O interessante é que esse aumento, na verdade, pode demonstrar não apenas que tem gente querendo ser cuckold. A parada é que quem busca por vídeos do fetiche pode estar a fim de ser o Ricardão da relação. Essa ideia parece mais interessante para você?

Relação com voyeurismo

cuckold

Bom, o voyeurismo consiste em uma pessoa assistir outra fazendo sexo ou em momentos eróticos. Sendo assim, dá até para ver o cuckold como um tipo bem específico de voyeurismo, mas com mais carga emocional. Porque não é qualquer pessoa que deve ser vista em uma situação sexual, tem que ser especificamente a mulher. Será que este fetiche está simplesmente levando a tara de um voyeur a um outro nível completamente diferente?

Ela tem que curtir também

Claro que nada disso vai funcionar se só uma parte estiver a fim. Assim como se apenas a pessoa que quer trair fizer isso não dá para considerar um fetiche, não basta apenas um cuckold querer ser traído para a realização da fantasia. A parceira do cara que tem esse tipo de prazer precisa estar de acordo e na vibe de trair o seu próprio corno. Ou seja, se alguém está a fim de trazer esse lado a tona, precisa de uma parceira que tenha tesão em trair.

Teoria do masoquismo

Apesar da clara relação com o voyeurismo, teorias psicológicas apontam que este fetiche tem mais a ver com o masoquismo do que com qualquer outro fetiche. Isso porque o adepto do cuckold está em busca não apenas de olhar, mas de um outro prazer.

cuckold

Se trata do prazer em ser humilhado. Numa análise freudiana da coisa toda, o fetiche vem a partir da erotização do medo da infidelidade e de um sentimento de falha do homem. Em uma atitude que dói, mas é gostosa para quem é adepto da prática. Um masoquismo bem diferente que pode entrar no jogo de quem está a fim de uma nova pira.

E aí, acha que ia curtir uma parada desse tipo? Nos conte tudo o que você acha sobre o fetiche do cuckold ou diga que fetiche você gostaria de ver por aqui!

Sexo, mulheres, vídeos e ensaios eróticos! Isso e muito mais do universo masculino com aquela pitada de humor, sacanagem e informação.