O vizinho casado, conto erótico por Lilith

Será que a Lilith vai resistir ao novo vizinho?

lilith camgirl camerahot

Olá meus amores, hoje trago a estória que aconteceu e ainda acontece há alguns meses em meu prédio, rs.

Moro há algum tempo em um edifício (torno de 10 anos) e nunca fui de dar conversa a vizinhos, sempre optei por ficar mais na minha.

Mas tudo mudou quando um casal veio morar de frente ao meu apê. Estava eu no hall de entrada do prédio quando veio em minha direção aquele homem, putz, deveria ter 1,90, uns 95 quilos, cabelo pretinho, sorriso que te faz derreter, sem dizer aqueles braços!

Ufaaaaa, ai meu coração e outras coisas quando eu o vi, hehe. Ele veio carregando uma mala, passou por mim, deu uma olhada devoradora, sorriu e disse: Bom dia!

Eu estava com uma roupinha de academia, calça coladinha (sem calcinha, é claro, gosto de ir assim para a academia porque sei que os meninos olham e um topzinho rosa.

lilith camgirl camerahot

Sabe quando você conhece o olhar do cara, então… quando vi o dele pensei: “Isso não vai dar boa coisa morando perto de mim ou vai dar coisa boa demais”.

Logo em seguida a esposa dele passou e perguntou se eu era a vizinha de porta deles. Respondi que sim e ela falou que se eu precisar de algo, posso tocar lá (na hora, a primeira coisa que pensei foi, “vou precisar do seu marido hoje”).

Ela continuou: “Viemos do Rio De Janeiro, me chamo Paula e meu marido Felipe, mudamos porque a empresa onde eu trabalho me transferiu (bendita empresa)”.

Muito simpática ela, mas com certeza seria chifruda, pelo menos do que dependesse de mim, porque queria aquele homem dela de qualquer jeito, queria muito fuder com ele, já imaginava ele me comendo em todas as posições…

Um belo dia estava na piscina do prédio tomando sol e não vi que ele tinha passado por trás de mim e baixinho escutei ele dizendo: Que raba é essa…

Me fingi de boba e falei “bom dia, você disse algo?” Ele sorriu (sorriso que deixou a calcinha do meu biquíni molhadinha) e disse que tinha falado “bom dia, vizinha”. O sol está quente pensei comigo, uhum, você que não imagina o que está quente.

Ele foi para a mesinha ao lado da minha e foi tirando a camiseta. Nossa, que peitoral largo! Logo minha imaginação viajou em pensamentos devassos, pensamentos das minhas unhas correndo por aquele peito… em seguida tirou o short e ficou só de sunga branca, putz, tinha que ser branca.

Não consegui me conter e meus olhos estavam hipnotizados, não conseguia parar de olhar aquela sunga e ver o tamanho do cacete dele, a grossura.

Ele, como não é bobo, percebeu e enfiou a mão por dentro da sunga para “arrumar”, fazendo sacanagem comigo já que até aquele momento continuava olhando para aquilo tudo.

Gente, que tesão, eu fiquei esfregando minha bucetinha na espreguiçadeira tentando disfarçar o tesão que eu estava por aquele cacete e o tanto que eu estava louca para dar pra ele.

Ele me perguntou se precisava que passasse protetor na suas costas? (com aquela carinha mais safada do mundo). Ai pensei, “safado, agora você me paga”, e falei que queria sim, “mas sua mulher pode não gostar se ver” e como esperado ele respondeu: “Não, ela está no trabalho, então estou liberado e ao seu dispor”, falou naquele ar do tipo quero te comer garota.

lilith camgirl camerahot

Falei então que ia abrir o biquíni pra que ficasse mais fácil dele passar e assim o fiz. Fiquei com as costas nua para ele que foi passando a mão firme, alisando tão gostoso.

Nossa, que pegada, que mãos… foi descendo e quando chegou perto do bumbum disse “e agora? Desço?” E eu com um tom muito safado falei: mas é claro, o bumbum também tem que ficar protegido do sol! 

Na hora que ele passou a mão na minha bunda, juro, minha buceta estava a ponto de explodir de tanto tesão, dei uma leve olhadinha na sunga dele e nossa, que cacete era aquele que tava quase furando a sunga de tão grande, grosso e duro?

Minha boca chegou a babar…

Ele elogiou minha tattoo, aí eu, nada safada, né meninos, respondi que ele tinha que ver o pirceing que tenho na bucetinha.

Nessa hora ele disse que tinha que entrar na piscina, precisava de água fria senão ia acabar fazendo uma bobagem séria. “Estou com uma vontade de te chupar toda, meu pau está latejando de tesão em você garota”.

E ele entrou mesmo na piscina, mergulhou, me olhou, e eu nessa altura já estava provocando ele mais e mais passando os dedinhos na calcinha do biquíni, apertando os seios… até que resolvi entrar na piscina também, mergulhei até ele, encostei ele na beirada da piscina e apertei seu cacete por baixo da água e disse: “Te quero no meu apartamento em 5 minutos”.

E não levou nem 3 para ele estar lá. Eu abri a porta peladinha e ele me olhou de cima a baixo e já falou com uma voz firme que ia me comer todinha.

E começamos ali mesmo a nos beijar, beijos profundos e intensos, a língua dele fazia um movimento de entra e sai dentro da minha boca que senti como se fosse dentro da minha buceta, que boca quente…

Os beijos foram descendo para meu pescoço, orelhinha… nossa, meu corpo estava em êxtase total e quando achei que não podia sentir mais tesão, ele colocou as mãos em meus seios, uma mão grande e firme, me deixando mais excitada.

Quando percebeu isso, ai sim foi passando os dedos nos biquinhos do meu seio que estavam durinhos, beijou cada biquinho passando a língua sobre eles até suga-los com vontade. Que loucura, eu estava completamente excitada, molhada, doida para ele me fuder e totalmente dominada por ele.

O peguei pela mão e fiz sentar no sofá, sentei de frente para ele com as pernas abertas sobre as coxas dele e coloquei o meu seio na boca dele. Ele apertava, chupava, mordiscava com uma mão no meu seio e a outra passando pela minha coxa grossa e lisinha, até chegar a minha bucetinha toda molhada.

Ele foi passando a mão forte e suave ao mesmo tempo enquanto eu inclinava o corpo mais para trás par ele poder acariciar melhor… nesse instante ele me mandou sentar no sofá e obedeci na mesma hora. Sentei, ele abriu minhas pernas e colocou o dedinho lá dentro da minha bucetinha.

-Que buceta molhada, vou secar ela todinha.

Ele começou a passar a língua nela todinha por fora e a enfiar a língua lá dentro e eu já estava quase gozando. Ele falava do gosto da minha bucetinha e do meu grelinho gostoso. “Vou chupar todinho junto com esse pirceing. Que tesão de pirceing, como é gostoso chupar seu grelinho e como está quente essa buceta”.

Eu rebolava na boca dele, esfregava a cabeça dele, ele estava me fazendo delirar. Levantou, tirou o short e perguntou onde ficava minha cama. “Porque é lá que quero te fuder tesuda, mas antes, chupa meu pau”.

E é claro que eu meti na boca naquele pau grande, grosso e duro, a cabecinha já estava molhada e eu passei a linguinha até enxugar tudinho, depois meti tudo na boca e fiz um rápida garganta profunda, pois o que eu queria mesmo era ir para cama…

Chegando lá ele me pediu para ficar de cócoras em cima dele porque queria foder vendo o pau entrando e saindo da minha buceta, ele dizia: “Vai gostosa, me dá essa buceta, fode meu pau tesuda, minha gostosa.”

Ele enfiou todo aquele cacete dentro de mim e eu gemia alto, como eu pedia mais e mais (claro que a essa altura já tinha gozado pelo menos umas 3 vezes, rs).

De repente ele me disse “sabe o que eu quero de você?” Sem me deixar responder me virou na cama e me deixou de quatro, abriu minhas pernas, abaixou minhas costas deixando minha bunda para o alto e falou:

lilith camgirl camerahot

“Vou comer essa raba todinha!” e foi enfiando aquele cacete grande e duro no meu cuzinho, foi bombando devagar e depois forte e com os dedos foi no meu grelinho mexendo nele. Até que foi socando tão forte e rápido, puxando meus cabelos, batendo na minha bunda… chegou no um ouvido ainda segurando meus cabelos e falou: “Minha vizinha gostosa, estou amando arrombar esse cuzinho”.

E ai deu um gemido alto e se desfez num gozo indescritível, fiquei um tempo deitada, estava com as pernas moles de tanto que gozei e ele também.

Ele me disse que desde a primeira vez que me viu no hall já desejava me comer, mas não achou que conseguiria e deu aquele sorriso.

Ficamos amigos, ainda somos vizinhos, a mulher dele me adora e quer saber mais uma coisa?

Ele continua me comendo até hoje, só que agora na cama dele, porque diz que gosta que meu cheiro fique lá pra ele sonhar com nossas transas.

Safadinho ele, né meninos?!


Lilith
Simbolizo a Deusa LILITH, aquela que é a devassa, insana e promíscua. Corpo todo trabalhado no natural, olhos azuis e boca vermelha do pecado. Gostos? Todos. Faço tudo, realizo tudo... Até aqueles fetiches mais escondidos dentro da mente. Sou especialista em chuvas, garganta profunda e banho romano. Venha curtir comigo no CameraHot