Posso professor?, conto erótico por Lary Rils

O que essa gata aprontou?

Acordo atrasada pra faculdade, quase perco a hora, visto a saia e a camisete, quando chego na sala de aula, a única carteira vazia é a última da segunda carreira, então peço licença pra o professor, ele logo me concede, entro e me sento.

Toda atrapalhada e já derrubo a bolsa no chão, noto que o professor está me observando, talvez pela bagunça que eu estava fazendo na sua aula.

A aula segue, confesso que nem lembrei de por a calcinha, pois estava de saia, como de costume não costumava usar em casa calcinha e nem sutiã, baixo os olhos e vejo que meus bicos do seio estão arrebitados, nisso toca o sinal e eu começo a juntar minha coisas quando o professor me diz:

– Larissa preciso falar com você!

Eu respondo:

– Agora?

 Ele fala em seguida, mas sem me olhar nos olhos,

– Sim.

Sento novamente e espero a turma sair, quando ele levanta e fecha a porta, me pede pra sentar ali na sua frente, quando me pergunta:

– Por que você está desse jeito? Não percebe que me desconcentra?

Eu respondo, mas como?, ele falou que eu estava tirando a concentração dele. Aí minha cabecinha fértil vai a mil, isso porque ele nem sonha que eu sou uma safada que faz sexo na cam, então digo a ele que não foi a intenção, só sou estabanada, ele me olha nos olhos e me diz “você tá me deixando maluco mulher, o que eu faço com você?”

Sinto minha bucetinha piscar, digo, encarando ele:

– Então, o que você faria se eu sentasse aí na sua mesa?

Ele logo fica sem jeito, não esperava aquela atitude minha, mas como não resistir àquele malando, deveria ter uns 5 anos mais que eu, com aliança no dedo, barba por fazer e uma boca bem vermelha. Levanto e vou ao encontro dele, ele diz:

-Calma aí mocinha.

Eu respondi:

-Sim, estou calma.

Eu paro quase do seu lado, apoio minha bunda na sua mesa e coloco minha mão sobre a sua, e vejo que ele engole seco a saliva. Aí que fico doida, encosto minha perna na sua e fico com as pernas entreabertas, inclino no seu ouvido e digo sussurrado “você quer sentir meu gosto?”, nessa hora minha buceta já estava escorrendo na perna, pego a mão dele e ponho na minha coxa, nessa hora já tinha esquecido que estávamos na sala de aula, de tão louca que eu estava;

Quando subo a mão dele por entre minha coxas e o polegar dele sente minha umidade, ele aperta minha coxa e sua respiração fica ofegante, onde olho no meios das suas pernas e vejo seu pau latejar, coloco a mão ali pressionando. Nisso seu dedo já está dentro de mim, me fazendo carícias e já estou fora de mim, com tanto tesão!

Ele começa a mexer intensamente e como estou com muito tesão, não demoro a gozar ali mesmo na mão dele, que chega a escorrer pela perna. Nessa hora noto que ele já estava querendo me comer.

Aí meu lado abusada aparece, eu digo no seu ouvido “prova seu dedo”, ele com um olhar de tesão me diz “mulher, você tá me deixando maluco, tiro a mão dele, me afasto um pouco, estou atrasada pro trabalho, preciso ir, ele fala “onde você vai sua diabinha?”, eu volto e digo “chupa seu dedo e toca uma punheta com o gosto da minha buceta” e saio dando risadas!

Lary Rils, camgirl no CameraHot

Sou uma camgirl no CameraHot por opção, gosto de fazer boas amizades e de ter namoradinhos virtuais, além de um bom bate papo, contar minhas aventuras vividas. Sou doce, delicada, safadinha, adoro ser mimada, tratada com muito carinho. Tenho 30 anos com o corpo todo natural e vivo intensamente cada dia. Gosto de proporcionar prazer pra quem está comigo, gosto de saber que estão excitados por mim. E digo o seguinte, só vai saber como realmente sou, vindo me conhecer, o que acha?

Avatar
Sexo, mulheres, vídeos e ensaios eróticos! Isso e muito mais do universo masculino com aquela pitada de humor, sacanagem e informação.