Revival com a minha ex, conto erótico por Thatá

Será que a Thatá resistiu à ex?

Pessoassss lindas da minha segunda-feira, tudo bem???

Estou me recuperando do meu tombo ainda, mas como a vida não pode parar, vamos para mais um pouco de sacanagem que eu e vocês adoram.

Bom, já aviso que hoje o conto será longo, pois tem muita história e sentimentos envolvidos.

Vamos lá…

Eu tinha uma namorada, sim eu tinha uma namorada e o nome dela é Mariana, para os íntimos como eu é só Mari…

A Mari é uma professora de dança, nos conhecemos na academia onde eu malho… ela não trabalha mais lá, mas vez ou outra a gente se encontra por aí.

Ela sabe dançar de tudo um pouco e eu acabei fazendo algumas aulas com ela, algumas na academia e outras particulares no meu quarto.

Ela se define com Bi, mas na verdade é lésbica, fica fazendo só charminho por aí.

Quando fazíamos as aulas na academia, toda vez rolava uma mão boba dela, um elogia ousado, um esbarrão, sempre havia alguma coisa para me provocar.

Na época eu estava começando a ficar com meninas, então eu só pegava em casa ou no motel, nunca em público.

Eu estava muito a fim de ficar com ela e ela me provocava toda aula, uma vez lá em casa quase ficamos, mas eu tinha compromisso, pois viria uma visita e eu não podia adiar.

Marcamos de ir em um forró para dançar, ela ficou de passar lá em casa para irmos juntas e eu sabia que a noite terminaria em sexo. Então me preparei da melhor forma que podia, estava muito nervosa.

Coloquei um vestido branco, tipo frente única, e dispensei tudo o que podia, calcinha e sutiã ficaram bem guardados na minha gaveta.

Ela chegou lá em casa de vestido também, porém, com um decote e uma fenda. A Mari é uma loira normal, não tem corpão, mais é tudo em cima, bumbum pequeno, seios tamanho médios (bons para chupar), barriguinha chapada… nua ela é linda, com roupa dá a impressão de não ser tão bonita assim.

Estava terminando de colocar os brincos, ela entrou lá e me cantou, disse que eu estava irresistível, retribui com um sorriso.

Ela ligou o som e colocou uma música para dançarmos, na hora pensei “dane-se a festa, vou antecipar hoje”, a puxei para dançar. Minhas mãos não se intimidaram e logo colaram em sua bunda, ela me olhou com uma carinha de cachorra.

Logo o clima esquentou, os bicos dos meus seios estavam durinhos e eu a empurrei no sofá e fui logo tirando meu vestido, ela não perdeu tempo, mamou em mim e logo tirou a roupa.

Ficamos nuas, eu um pouco sem jeito não sabia direito como dar ou pegar ela, mas tudo saiu muito bem. Do sofá para o meu quarto, na cama ela acabou comigo e ficamos fazendo amor, depois disso ficamos namorando por uns 6 meses mais ou menos.

Acabei terminado com ela depois que descobri que ela ficava com outras alunas e alunos e confesso que não tenho dom para ser corna. Brigamos, mas mesmo assim nos falamos de vez em quando.

Jan/2019

A Nanny colocou no face e no insta uma foto nossa de mãos dadas e com uma leve indireta de que estamos juntas.

A Mary ainda está nas minhas redes sociais e ainda tem meu whats e numa quinta a tarde, eu de bobeira em casa, a Nanny na redação só voltaria para casa por volta das 18:30h, a Mari me liga perguntando se eu estava namorando.

Perguntou também sobre meu pé e papo vai, papo vem, ela me pergunta se ainda tenho saudades de fazer amor com ela, respondi que não e ela falou “então prova, estou na porta do seu apartamento, se importa de eu fazer uma visita?”

A deixei subir e ficamos conversando. Eu usava uma blusinha de alça e um shortinho, a Mari estava de calça jeans e uma blusa bem justa. Ela ficava me comendo pelos olhos e me provocava, dizia que sentia falta de beijar, de dormir abraçadinha… apenas sorri para ela.

Thata conto erótico
Será que era essa a blusinha que a Thatá usava no dia?

Eu estava sentada no sofá com o meu pé imobilizado enquanto ela foi chegando mais perto, passou as mãos em minhas coxas e um arrepio subiu pelo meu corpo. Logo senti um tesão enorme de beijar aquela safada, ela foi chegando mais perto enquanto eu fiquei apenas olhando para ela e dizendo para ir embora porque não íamos ficar…

Mentira, não resisti, ela me beijou do jeito que eu gosto e da forma que a Nanny ainda não faz.

Senti uma vontade enorme de tirar a roupa, mas resisti: “para Mari, por favor, aqui não, não dá”.

Ela puxou a alça da minha blusinha, meu seio pulou certinho em sua mão, ela apertou e ele logo ficou durinho em suas mãos. Me vi sem saída, ainda mais que ela estava praticamente em cima de mim e eu com o pé machucado não tinha muito o que fazer.

Nos pegamos ali mesmo, tirei a blusa e ela me ajudou a tirar o shorts e já caiu me chupando, fiquei com os olhos fechados imaginando a Nanny.

A sua língua era muito gostosa, me molhei facilmente para ela, me virei e fique de quatro no sofá, abri minhas pernas e a deixei abusar de mim, fiquei gemendo a cada chupada dela, quando menos espero, ela me puxa pelos cabelos me dá um tapa na bunda e, me segura com força, seus dedos brincam na minha princesa e eu fico imóvel….

Não sei se foi por causa da emoção ou por estar traindo a Nanny, mas senti meu mel escorrer nos dedos dela e cai no sofá.

Ela me ofereceu os dedos molhados para chupar, me virou de frente, levantou minhas pernas e começou a me chupar novamente, fiquei gemendo naquele sofá, minhas pernas abertas e ela ali, me comendo do jeito que queria, nossa… não via a hora de acabar com aquilo.

Gozei de novo e dessa vez dei um grito alto, acho que até o vizinho escutou eu gemendo. A Mari me soltou, me beijou na boca e quando eu fui tirar a roupa dela para fazermos amor, ela se levantou e disse que tinha que ir.

Que raiva, essa cachorra, me comeu e me largou… que raiva… e o pior de tudo ela ainda levou minha calcinha de lembrança, que raiva.

Thatá conto erótico
Outro nude que a Thatá nos mandou!

Eu fiquei com um fogo e depois disso fui tomar um banho e nada de passar, esperei a Nanny voltar. Quando ela chegou em casa e foi me dar um beijo de boa noite, a puxei contra mim e já fui tirando a sua roupa, ela adorou, fizemos amor no sofá daquela sala.

Nesse dia eu estava muito excitada, depois de transar com a Nanny ainda fui no banheiro tocar a minha princesa, melhorou um pouco… mas ainda sim, fiquei com gostinho de quero mais.

Bom, esse foi o meu diário de hoje, semana que vem tem mais!

Sexo, mulheres, vídeos e ensaios eróticos! Isso e muito mais do universo masculino com aquela pitada de humor, sacanagem e informação.